Fome Noturna e suas Consequências

Fome Noturna e suas Consequências

 

A fome noturna é uma síndrome que está associada ao stresse, é caracterizada por falta de apetite no desjejum, insônia e muita fome no período da noite, mesmo após o jantar. Segundo a Sociedade Brasileira de Endocrinogia, a síndrome atinge 1,5% da população geral e 20% dos obesos.

 

Suas causas não são muito claras, mas se deduz que é proveniente de desequilíbrio hormonal e fatores genéticos. A síndrome é vinculada ao grande consumo de alimentos ricos em açúcares e gorduras. O chocolate é o campeão dessa escolha, pois ele atua diretamente no centro do prazer do cérebro.

 

Esse habito favorece o ganho de peso corporal e aparecimentos de outras doenças como hipertensão e colesterol alto.

 

Algumas estratégias podem ser feitas para mudar esse quadro, como: praticar atividade física, tomar café da manhã diariamente, mesmo se não sentir fome, dormir bem, fazer 6 refeições por dia, comendo lentamente principalmente no horário do jantar, evitar o consumo de café no período da noite e escolher alimentos saudáveis e ricos em fibras para ter em casa.

 

Exemplo de alimentos para ter em casa:

 

  • Chocolate 70% cacau (sem açúcar para os diabéticos)
  • Brigadeiros de biomassa de banana verde com chocolate 50% cacau (sem açúcar para os diabéticos)
  • Tortas e quiches integrais com baixo teor de gorduras e sódio
  • Pães integrais
  • Sorvetes feitos de frutas com adição de fibras e sem açúcar

 

A Síndrome da fome noturna prejudica o controle da diabetes, pois pode alterar o índice glicêmico pelo consumo excessivo de alimentos,  aumento da ansiedade, aumento do peso corporal e ainda pode levar a múltiplas internações hospitalares.

 

É importante lembrar que as complicações do Diabetes coloca em risco a vida do indivíduo. Procure sempre a ajuda de um profissional.

Nenhum comentário enviado.

Deixe uma resposta

This is a demo store for testing purposes — no orders shall be fulfilled. Dispensar